17.10.18

A STAR IS BORN


Hoje não vos venho falar de cremes nem de trapos, nada disso ... hoje quero muito falar-vos daquele que foi , muito provavelmente, o filme mais bonito que vi nos últimos tempos. Quem me acompanha no instagram sabe que de há uma semana para cá não tenho outra banda sonora.
Vi o filme todo com um aperto enorme no coração e quase sempre (muito) emocionada. O amor é coisa para me tirar o ar. Sempre foi. Sempre será. 
Sabem aquelas histórias que vos tocam de tão profundas que são? Exacto.
Mas muito mais do que uma história de amor julgo que esta é uma história muito bonita de admiração. Acreditem que vão terminar o filme a desejar que um homem vos olhe com a mesma admiração que o enorme Bradley Cooper olha a Lady Gaga. Que dupla incrível, que química tão maravilhosa, completamente incrível. 

A Star is Born é um filme sobre a paixão de duas pessoas pela música, um filme que retrata assuntos importantes como a dependência e como ela pode afectar e até mesmo destruir a vida de quem passa por isso e de quem está a seu lado.
Um filme que mostra que a beleza exterior efectivamente não é tudo e que o mais importante está muitas vezes escondido dentro de nós. Uma cara bonita às vezes é só mesmo uma cara bonita. Todas nós sabemos bem o quanto, hoje em dia, a nossa sociedade nos pressiona, de várias formas, para que sejamos perfeitas em tudo o que somos e fazemos. A pressão que nos é coloca e que tantas vezes nos impede de sermos aquilo que queremos ser. 

Um enorme bravo ao Bradley Cooper que além de realizar o filme, canta mesmo, à séria. Foi ele mesmo que escreveu todas as canções! Caramba de tão bom que se saiu! 
Quanto à Lady Gaga eu sou das que sempre gostou dela como artista, sim eu sei que ela é uma espécie de personagem que nem todos conseguimos entender mas como artista e como voz existem muito poucas assim, acreditem. A minha expectativa era alta mas foi completamente superada. Sim canta muito. Muito e muitíssimo bem. Mas a sua interpretação é simplesmente maravilhosa. Apeteceu-me ver mais e por mim pode voltar porque jeito para representar é algo que não lhe falta.


Eu estou completamente viciada na banda sonora, principalmente no Shallow, que tenho ouvido para aí mais de dez vezes por dia. 
Vou voltar a ver, já está marcado na agenda. Segunda feira! Eu sou assim, sempre que um filme me toca gosto de o ver mais de uma vez. Perder-me nos diálogos, nos olhares, nos silêncios, nos detalhes. 
Acima de tudo esta é uma bonita história de amor e de admiração. Há coisa mais bonita do que sentirmos que a pessoa que amamos nos admira de forma profunda? 

Confesso que o primeiro momento em que dei por mim a chorar no filme foi na primeira vez que ela vai ao palco cantar com ele e que, após começar a cantar e sentir toda a gente a vibrar, ele a olha com uma admiração e orgulho incríveis. Fiquei completamente arrepiada. Esta é uma história que nos agarra até ao final. 
Enfim, já perceberam o quanto estou apaixonada por este filme, certo?

Se ainda não viram por favor não deixem de ver! Tenho a certeza de que vão adorar! Muito!

Com amor,
Mia 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela vossa visita,
Baci
<3