1.12.17

PRIMEIRO DE DEZEMBRO


Ontem a tristeza levou-me, por uns instantes, o sorriso. Perdi-me em recordações e senti uma saudade enorme do que já perdi. Todos os dias são uma luta e eu só sei que tenho feito o melhor que consigo. Muitas das vezes não chega, eu sei, mas continua tudo muito duro. Deitei-me com a certeza de que hoje iria fazer de tudo para que fosse um dia melhor. Acordei e percebi que a minha Mãe, a mulher mais maravilhosa que conheço, tinha feito, como sempre uma bonita árvore de Natal, tendo preparado toda a casa a rigor. Enchi-me de coragem e, graças ao apoio do meu marido que tem sido incansável, lá fomos escolher uma árvore. A decoração é a mesma, de há anos. Faltam alguns enfeites e alguma cor, faltam luzes. Será o primeiro Natal nesta nossa nova morada, será o primeiro Natal sem o meu Pai mas a luz, essa não se pode apagar. 
Estou sentada a observar tudo isto e sinto-me feliz por ter conseguido. Num misto muito grande de emoções, já que sinto que o amor que eu tinha pelo Natal se perdeu, é importante que nos possamos sentir gratos pelos que estão connosco e nisso eu sei que sou uma miúda cheia de sorte 





Com amor,
Mia


3 comentários:

  1. que linda.

    http://beautyshineswoman.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Perdi um pai 1 mês depois de perderes o teu (vitima de um ataque cardíaco fulminante). Já sigo o teu blog a imenso tempo, segui com atenção e dor a tua perda, mal sabia eu que passado um mês seria minha vez de passar pelo mesmo. És uma inspiração para mim acredita que os és obrigada pelos teus exemplos de coragem. Sou ainda mais tua fã agora. Quem sabe se um dia ainda nos cruzamos, gostaria muito.
    Beijinho grande e coragem para este Natal tão cinzento.

    ResponderExcluir

Obrigada pela vossa visita,
Baci
<3