12.11.17

Até já meu amor bonito


Ainda esta semana corria em direção ao aeroporto com o coração aos pulos de tanta emoção por saber que ia finalmente cair nos teus braços de novo, após um mês de ausência e hoje, fiz exactamente o mesmo percurso, mas com um aperto enorme no peito. Foste embora de novo. Porque tinha de ser, porque assim é a vida e porque precisamos de fazer estes esforços para levar a vida na esperança de que o amanhã nos possa ser mais favorável. Tentei ser forte mas sei que não me portei bem. Quis segurar a lágrima mas a verdade é que nem uma semana tive a teu lado, mal conseguimos ter algum tempo de qualidade para nós os dois e para matar toda esta saudade e a verdade é que hoje volto de novo para nossa casa sozinha.

Já devia estar habituada mas a verdade é que, desta vez, custou imenso. Por tudo, porque ainda há tão pouco mudamos de casa e por continuar tudo tão confuso, tão "fora do lugar", porque ainda não sinto este espaço como meu, por ter sido um ano verdadeiramente duro e com tantas perdas que ainda não consegui resolver nem superar. É o saber que não te podes deixar ir mais a baixo, que tens de ir à luta com toda a força mas nem sempre saberes onde ir buscar essa força. É querer sentir alguma paz e continuar tudo tão pesado. 
Prometo encher os meus dias de trabalho e de muita coisa boa para que o tempo passe mais depressa e para que esta saudade custe menos a suportar. 
Quero apenas que saibas que estarei aqui à tua espera com o orgulho de sempre na pessoa que és.
Que voltes bem e depressa. 
O meu sorriso espera por ti. 


Um beijo e até já

Um comentário:

Obrigada pela vossa visita,
Baci
<3