25.7.17

CUIDAR DE MIM

Depois de partilhar o meu desabafo sincero relativo ao meu aumento de peso e à minha total insatisfação em olhar-me ao espelho, faz todo o sentido que partilhe também aquilo que ando a fazer de forma a que tudo isto volte àquilo que era. Além de andar muito mais controlada na alimentação, tirando um ou outro jantar, principalmente ao fim de semana, com amigos, em que continua a ser difícil para mim resistir a algumas coisas, tenho-me esforçado para ser mais disciplinada e não afogar as minhas tristezas na comida. 
Quem segue o meu Instagram e espreita também os meus stories já me ouviu certamente falar da iCareuma clínica Médica e Estética, foi através da Dra. Paula Henriques que tive a oportunidade de  conhecer o espaço e de perceber quais os tratamentos estéticos que ali ocorrem. Quem me conhece sabe que sou um pouco céptica em relação a estas coisas, só acredito mesmo que funciona quando vejo resultados mas também sei que as máquinas sozinhas não fazem milagres, convém que também possamos dar uma ajuda.


Em conversa com a Dra. Paula, falei do facto de estar descontente com a minha barriga, porque foi essa a zona que mais sofreu com estes quase 5kgs que tenho a mais. 
E é aqui que tudo começa, na iCare cada paciente é tratado de forma individual, é preciso contar aquilo que nos levou a visitar a clinica e quais são os nossos objectivos. A base de quase tudo nestas questões começa por saber aquilo que comemos e onde podemos estar a errar. Foi nessa consulta que fiz o teste de intolerância alimentar e fiquei a saber que há mesmo muita coisa que eu andava a comer e que não estava a ajudar na minha digestão. Só após fazer este teste é possível ser feita uma avaliação corporal, onde serão aconselhados os melhores tratamentos para o nosso caso especifico. 
Este teste é feito através de bioressonância, para este exame é usado o biofeedback que vai medir a energia dispendida na absorção dos alimentos. A medição é feita nos dois polegares, não custa nada.


Os resultados são apresentados em forma gráfica devendo ser interpretado desta forma, os alimentos que aparecerem a cor vermelha encontram-se automaticamente na categoria dos que devemos evitar. Sendo que mesmo nesse caso, existem os de tolerância moderada (<-30) e os de intolerância grande e muito grande (<-50).
Confesso que queria muito fazer este exame porque já tinha percebido que alguma coisa não estava bem, depois de comer, muitas vezes sentia o meu estômago muito inchado e até dorido. Percebi que o pão que andava a comer ou até os iogurtes magros, não são, para mim, boas opções. 
Algumas dicas da Dra. Paula foram fundamentais para esta mudança que está a ocorrer aos poucos. 
Relativamente a tratamentos específicos foi-me indicado o Venus Legacy (acompanhem o stories!) mas sobre este tratamento prometo contar tudo num outro post.

Porque muita gente já me tem perguntado deixo aqui o contacto da clínica, para que possam ter acesso a mais informação.

Clínica iCare
Rua de Campolide, n.351, Galerias Twin Towers Loja 1.32 Lisboa
Telefone: 21 486 4111


 Com amor,
Mia











Um comentário:

  1. Sou da opinião que uma alimentação saudável deve ser parte do nosso estilo de vida e uns tratamentos nunca fazem mal nenhum... mas a verdade é que estás muito elegante por isso parabéns pelos sucessos que vais tendo ;)

    ResponderExcluir

Obrigada pela vossa visita,
Baci
<3