1.6.17

IR SEM MEDOS


No momento em que lêem estas palavras já estarei a caminho de Madrid. Vou em trabalho para o blog, um convite que não podia nem queria recusar e que prometo partilhar aqui. A verdade é que, com o aproximar do dia, a minha ansiedade quase me matava do coração. Numa fase em que não me sinto bem, a vários níveis, confesso que é complicado gerir tudo isto. Por um lado sinto-me muito feliz por sentir que o blog está a crescer cada vez mais, isto é o que realmente gosto de fazer, por outro lado custa-me muito o facto de ter de me expôr, o ter de socializar, fazer conversa de circunstância quando só me apetece estar em silêncio. Além da minha cabeça que se encontra tão cansada e do meu coração que esta apertadinho e triste, a verdade é que nunca estive numa relação tão complicada comigo e com o meu corpo como estou agora e isso, acaba por dificultar, ainda mais, toda esta gestão diária com os meus compromissos. O ter de me aceitar ou de me ver de uma forma que não estou habituada. Sei também que isto são palavras ou desabafos que poucos entendem mas é a verdade, é o que sinto e caramba, aos 36 anos não tenho grande paciência para fingir ser uma pessoa que não sou. 

O receio de nunca estar à altura dos momentos, das pessoas, faz com que muitas vezes eu acabe por não usufruir do momento, por não desfrutar da experiência, da oportunidade que me foi dada. É tudo isso que eu não quero que aconteça nesta minha estadia em Espanha, não me quero sentir menos do que ninguém, não quero ter de me esconder ou encolher o tempo todo, não quero ter medo ou receio de falar. Quero conseguir ser eu mesma e sorrir, com os meus olhos que dizem tudo e com o mesmo sorriso que mostro nesta foto. 
Lamentações feitas e, obrigada a quem conseguiu ler o post até ao fim, resta-me desejar-vos um resto de boa semana. Prometo partilhar também tudo sobre a minha estadia maravilhosa em Tróia, onde esta fotografia foi tirada pela minha amiga Magda.
Sejam felizes.
Com amor, 
Mia 

6 comentários:

  1. A vida tem momentos assim, mas acredito que são fases para nos superarmos e sermos (ainda) melhores!
    Há que acreditar e ir, ainda que com medo!
    Vai tudo correr bem!
    Beijinho
    Raquel

    ResponderExcluir
  2. Mia, vai sem medos. Vais acompanhada pelo teu mérito, tenta que ele seja maior que o desconforto <3

    ResponderExcluir
  3. Minha Maryzinha, sei o quanto lutas diariamente e também sei que vais ser capaz de dar a volta (mais uma vez)!
    Verás os aplausos sinceros que vais receber hoje ❤️
    Aproveita também para te divertires enquanto trabalhas :)
    Mil Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Boa viagem. Be yourself. :) coragem! Como se diz, "todos os outros já existem", resta te seres tu, com defeitos e virtudes que te fazem ser única. É ai que reside a beleza :)

    ResponderExcluir

Obrigada pela vossa visita,
Baci
<3