19.10.16

Acordar com saudades


As últimas semanas têm sido complicadas. Gerir o meu tempo (ou falta dele) nunca me pareceu tão difícil como agora. Todos os dias me deito com a sensação de que falhei em algo. De que alguma coisa ficou por fazer, uma resposta por dar, um post por actualizar. Aquele momento em que, ao saíres do escritório ás 22 horas da noite pensas se vais jantar a casa de uma amiga ou se vais para casa agarrar-te ao computador e tentar fazer qualquer coisa no blog. Sim, as duas coisas é impossível fazer e é isso que me complica a cabeça, que me faz ir dormir a pensar, ou não dormir, que tem sido mais o "prato do dia" nos últimos tempos ... E é em alturas de maior stress que a minha ansiedade dispara. Pontadas no coração logo ao acordar, mau estar, uma sensação de angustia, algo difícil de expressar em palavras.
E quando te cruzas com alguém que te diz: "estás com um ar tão cansado..." e tu limitas-te a encolher os ombros pois já não sabes o que dizer...
Esta coisa do "coitadinha" nunca foi para mim, sempre tive saúde, nunca passei necessidades e sempre me orgulhei de conseguir abraçar áreas diferentes e ir fazendo coisas que gosto. Mas, confesso estar a chegar a um limite em que muita coisa deverá ser ponderada. Falta-me tempo. Para mim e para os meus. Dou por mim a sonhar com o esticar-me no sofá sem qualquer peso de consciência. Hoje em dia queremos fazer tudo, estar em todo o lado, temos cada vez mais dificuldade em dizer não, estamos online 24 horas por dia, não desligamos de nada e ao mesmo tempo sentimo-nos desligados de tudo e de todos, óbvio que acabamos por dar em malucos!






photos: Mia Relógio

Desabafos à parte, tudo isto para dizer que hoje acordei com saudades dos Açores. E porquê? Quem já lá esteve sabe que não são precisos grandes motivos para sentir saudades mas a verdade é que, tal como partilhei no momento em que lá estive, consegui sentir uma paz naquele cenário que há muito não sentia. Uma sensação de paz comigo mesma, de libertação. Como se me estivesse a perdoar a mim mesma por tanta coisa que me tem acontecido.
Impossível ficar indiferente a esta paisagem, a esta beleza natural que nos invade os olhos e a alma. Impossível não nos sentirmos felizes. Foi isso mesmo que senti e que hoje, ao acordar, gostaria de ter voltado a sentir.
Açores, quero muito voltar!

Um beijo com carinho,
Mia

8 comentários:

  1. Querida Mia.Segue o teu coração sem pesos na consciência. O descanso é necessário e é alimento para um novo dia. O essencial é aproveitares cada momento por pequeno que seja,seja no blog ou num jantar de amigos.Acalma o teu coração e sê feliz apenas. Não temos de ser tudo, ou fazer tudo para sermos felizes. A casa será um lar com o tempo,o blogue é um momento prazeroso entre ti e o Mundo e uma conversa de amigos é alegria. Com calma tudo se faz.Aproveita.Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que comentário tão mas tão bonito! Obrigada de coração. Que mimo bom! Beijinho enorme <3

      Excluir
  2. Ainda hoje comentava o mesmo com um amigo. Quero fazer tudo e falta-me o tempo. Acho que é um mal do mundo moderno.

    ResponderExcluir
  3. Olá Mia, eu ando igual...só penso "tenho falta de tempo, tenho falta de tempo, tenho que fazer isto e isto e isto..." Tenho andado com muita ansiedade sem conseguir ás vezes respirar...mas tenho feito resistencia a medicação e espero conseguir...mas não está fácil!

    ResponderExcluir
  4. Por vezes também me sinto assim, especialmente nas últimas semanas. Por vezes é preciso obrigar-me a mim mesma a fazer alguma atividade de lazer que não me deixe stressada haha e cada vez mais percebo a importância de dizer não. Não temos de dizer sim e tudo e por vezes temos de deixar oportunidades ir para que melhores venham. Como o meu professor de filosofia do 10º ano dizia "liberdade não é dizer sim. Liberdade é poder dizer que não" e essa sensação de liberdade sabe muito bem.

    ResponderExcluir
  5. Um dia de cada vez, quando vamos dormir devemos pensar fiz todo o era possível hoje, amanha será outro dia. Se não atualizar o blog todos os dias não se sinta mal a sua vida e o seu bem estar são muito mais preciosos. Dormir bem é meu caminho andado para no outro dia acordar com mais energia, se dormir mal vai acordar cansada, desmotivada, sem forças e com vontade que o dia passe rápido. O fazer todo é muito, pois nós exigimos muito de nós próprios. Esta altura do ano o Outono é propicio ao cansaço, melancolia pois os dias são mais pequenos, o sol brilha menos, devemos acalmar, sossegar e não levarmos a vida ao limite do que o nosso corpo e mente conseguem fazer. Aproveite a vida em família, amigos divirta-se.
    Beijos e um dia de cada vez e "a vida resolve-se sozinha"

    ResponderExcluir
  6. Olha, não se importe com o que os outros digam. Se você fez o melhor que podia, deite a cabeça no travesseiro e durma o sono dos justos. As pessoas falam mesmo dos outros, faça você o que for. Não é possível agradar a gregos e troianos.

    ResponderExcluir

Obrigada pela vossa visita,
Baci
<3