18.8.14

Dos dias menos bons

Não os costumo ter em abundância mas quando me batem à porta ficam sempre, no mínimo, por 24 horas. Que mais parecem uma eternidade. Não sou de me queixar, de resmungar, de responder torto. Tenho o meu feito e, graças a Deus, as minhas pessoas já me conhecem e sabem quase sempre como agir nestas alturas. Detesto sentir-me deste jeito. Detesto sair à rua, ter de me "mostrar", ter de falar, ter de ouvir. E nestas alturas, os meus dias não têm cores vivas, são cinzentos, mornos, sem tempero.

A verdade é que existem momentos em que a vontade de desligar a ficha é maior do que tudo. A ficha do computador, do que me liga à tecnologia, a ficha da cabeça, tudo o que me ligue a vida real. Tem dias em que tudo me cansa, que as atitudes me magoam mais do que tudo, me desiludem, me sugam as energias, me tiram o ar. Um cansaço tão grande que nos tira a vontade de fazer mais e melhor. Que nos leva a questionar uma série de coisas neste nosso percurso pela vida. Até onde as pessoas são capazes de ir para nos ferir? Esta mesma vida que, tantas vezes, me fez crescer à custa de desilusões, de mágoas. Esta vida que fez de mim uma pessoa desconfiada. 

Nunca me considerei uma pessoa pessimista, consigo acreditar que até as coisas más nos trazem algo positivo, algum ensinamento. Mas tem dias em que custa continuar a caminhar com esperança naquele futuro que sonhamos para nós e, pelo qual, tanto batalhamos.
Amanhã será certamente melhor e eu irei voltar a usar o meu acessório mais bonito, o meu sorriso.

Mia Relógio

6 comentários:

  1. Identifico-me tanto com estas palavras...tão eu!! Penso sempre que as tempestades não duram para sempre e quando a chuva para logo logo aparece o sol e acaba sempre por ser assim. Beijinho Mia....acho que devia escrever mais posts deste género porque escreve muito bem.

    ResponderExcluir
  2. Força, hoje certamente será um dia melhor!

    http://strawberryleopard.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Muita força e que hoje seja, definitivamente, um dia mais feliz e colorido, porque afinal quem nunca teve os seus dias menos felizes? Felizmente depois da tempestade a bonança! E mesmo os dias mais tristes têm apenas 24 horas... Um beijinho com carinho:)

    ResponderExcluir
  4. Oh Mia...não fiques triste. Há sempre pessoas menos boas e que só se sentem bem a magoar os outros. Não vale a pena dar importância. É apenas um dia mau. Vai passar. Dormir renova-nos. Estou certa que quando acordares estarás já com o teu melhor acessório em forma pronta para sorrir a essas mesmas pessoas. Bisous e as melhoras***

    ResponderExcluir
  5. Estranho seria se não houvesse dias de descrença... Dias de cansaço! Todos esses dias ajudam-nos a perceber os dias bons, a celebra-los por serem bons! Isto vai acontecer para o resto da tua vida, mas lembra-te o bom dos dias maus é ensinar-nos a procurar os dias bons! Beijinhos grandes

    ResponderExcluir
  6. Sinto todos os dias dificuldades no trabalho provocadas pela maldade de algumas pessoas. Isto entristece-me e, muitas vezes, torna os meus dias cinzentos. Como o meu trabalho exige lidar com o público, tenho, muitas vezes, de disfarçar a minha tristeza com um sorriso. Ao contrário da Mia, não sou tão optimista assim e o mau estar prolonga-se por mais que 24h... Aquilo que eu não entendo é o porquê de existirem pessoas que levam a sua vida a dificultar a vida dos outros. Nao sei se é o caso aqui, mas enfim... foi um desabafo.
    Força Mia, não está sozinha!

    ResponderExcluir

Obrigada pela vossa visita,
Baci
<3