9.4.13

Words




"Nunca fui como todos
Nunca tive muitos amigos
Nunca fui favorita
Nunca fui o que meus pais queriam
Nunca tive alguém que amasse
Mas tive somente a mim
A minha absoluta verdade
Meu verdadeiro pensamento
O meu conforto nas horas de sofrimento
não vivo sozinha porque gosto
e sim porque aprendi a ser só."

Florbela Espanca

10 comentários:

  1. Adorei! Excelente partilha ***

    Maria

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia, obrigada pela partilha

    ResponderExcluir
  4. Mia, sinceramente não gosto quando és assim. Melancólica, triste. Uma pessoa bonita como tu deveria ser alto astral e muitas vezes transmites o contrário. Muitas vezes transmites ums tristeza tão profunda...Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou aquilo que sou. Sem máscaras. O texto não é meu mas e sentido. E eu sempre gostei de poesia e ontem, para mim, isto fez todo o sentido. Daí partilhar. As pessoas gostam é de confundir tudo ...

      Excluir
    2. Peço desculpa se confundi tudo, não era essa a minha intenção. Claro que as pessoas não estão sempre felizes, só queria dizer-te que não deverias estar tantas vezes triste. Ou pelo menos transparecer. É que eu venho aqui para ter um pouco de alegria. Para tristezas já basta a minha vida.

      Excluir
  5. Patrícia Oliveira9 de abril de 2013 11:59

    Mia, és linda por fora como por dentro. E és a minha favorita.
    Big Kiss Doll
    Have a nice day

    ResponderExcluir
  6. Lindo!

    Amo Florbela Espanca!

    http://thatsthe-way.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  7. Todos nos sentimos assim de vez em quando. Ninguém está eufórico ou feliz sempre. É saudável aceitarmos o nosso lado lunar (como diria o Carlos Tê) e, sobretudo, aceitarmos o lado lunar dos outros. Na minha vida não quero palhaços, quero gente transparente como a Mia e como eu! Beijos
    Mafalda

    ResponderExcluir

Obrigada pela vossa visita,
Baci
<3