A minha rotina de beleza

15 de maio de 2020

Cuidar de mim e da minha pele é, seguramente, uma das coisas que mais gosto de fazer. Para mim nunca se perde tempo cuidando de nós, muito pelo contrário, só ganhamos.
Por mais cansadas que possamos estar devemos dedicar uns minutos a esta rotina que, quando feita de forma correcta e usando os produtos adequados à nossa pele, acaba por nos trazer anos de vida. Não há nada melhor que uma pele cuidada, com luminosidade, com vida, que reflita toda a nossa beleza. 

Hoje partilho convosco um pouco da minha rotina diária, são gestos simples e práticos com alguns dos meus produtos favoritos, de acordo com o meu tipo de pele e as necessidades da mesma.


É importante começar sempre pela limpeza da pele e para ajudar recorro sempre à água micelar - Filorga Solution Micellaire Anti-Age , suave e sem agredir permite uma limpeza rápida e eficaz da pele.

Igualmente importante é a questão da hidratação e firmeza da pele. Começo sempre por aplicar o sérum - Filorga NCEF Sérum Intensivo Regenerador Supremo , de manhã e à noite, antes do creme de dia e/ou noite. É a melhor forma de a nossa pele ficar preparada para receber o creme hidratante - Time-Filler Mat 




Um dos rituais que só mais tarde, já depois dos trinta percebi o quão importante é, a zona do contorno de olhos, uso o Filorga Optim-Eyes 3 em 1 , que atua precisamente em 3 problemas - olheiras, papos e rídulas. Com uma combinação de um flavonóide, péptidos e um duo de ácido hialurónico que hidrata as camadas mais profundas da pele e também à superfície. 



Este amor pela Filorga vai muito além dos cremes e, desde há muito, que uso também dois produtos específicos para quem gosta de se maquilhar: o Time-Flash que é um primer que alisa a pele, preparando-a para receber a base - Flash Nude (Fuid). Ambos são produtos que já tinha partilhado algumas vezes com quem me segue e que acredito que terão conquistado mais fãs. 



No que toca à rotina de noite, muitos dos passos e cuidados mantêm-se, é importante limpar muito bem o rosto antes da aplicação de qualquer produto. Um dos produtos que uso todos os dias é o Filorga Oxygen-Peel Loção Micropeeling Reoxigenante , é importante eliminar as células mortas que se vão acumulando na superfície da nossa pele e, este produto, ajuda a que a tez fique mais luminosa e rejuvenescida. 
Depois aplico o sérum e de seguida, o Sleep&Lift nuit




Fotografias: Diogo Beja 

Na maioria das vezes não é preciso complicar muito, um bom aconselhamento é crucial, perceber a nossa pele e as necessidades da mesma, para que possamos usar os produtos corretos.
Desde que percebi isso posso dizer-vos que notei uma enorme diferença na minha tez e sinto-me mais feliz quando me olho ao espelho todos os dias e sim, isso é importante. 

Para quem, tal como eu, adora tudo o que é skincare, aproveito para partilhar que a Skin.pt está com uma campanha incrível nos produtos Filorga. Na compra de 2 produtos da marca, têm de oferta à vossa escolha: Filorga Time-Filler Creme 30ml, Time-Filler Night Creme 30ml ou Pigment-White 30ml.
Podem consultar tudo aqui

Com amor, 
Mia 


RECOMEÇAR

4 de maio de 2020

Hoje voltei ao escritório, num horário "mais ou menos" normal mas voltei.
Dificilmente a nossa vida voltará a ser igual, a "normalidade" será outra, bem diferente, mas a vida tem mesmo de continuar.
É importante que nos saibamos proteger, continuar a cuidar de nós e dos outros. 
Acredito que, para os que recomeçaram hoje, o sentimento seja agri-doce. 
É importante que nos saibamos respeitar uns aos outros, há quem não tenha obviamente a opção de teletrabalho e que tenha de regressar ao seu posto de trabalho. 
O comércio tem de voltar a abrir, com os devidos cuidados e cautelas mas é preciso perceber que todos nós precisamos de trabalhar, seja qual for a nossa área.
Acima de tudo, que possamos continuar a apoiar-nos, porque essa é a forma mais bonita de recomeçar, e acreditar que a seu tempo tudo ficará bem.

Estes mais de cinquenta dias em casa ensinaram-me muita coisa, fizeram-me crescer, olhar para as coisas de uma forma diferente, valorizar cada vez mas aquilo que é importante e a importar-me cada vez menos com aquilo que não posso mudar.  
Nestes mais de cinquenta dias em casa nunca me faltou amor. Estivemos sempre de mãos dadas sabendo respeitar o tempo um do outro e os silêncios que, também foram e continuam, a ser precisos.
Cuidámos sempre um do outro e fizemos, da forma mais natural possível, este amor crescer ainda mais. 

Agora, aos poucos vai tudo ganhando uma nova forma, o tempo saberá o que fazer, é preciso aceitar que a vida mudou mas perceber também o que podemos fazer para que ela continue a ter sentido.
Sempre que possível sejam gentis com os outros. 
Apoiem as marcas portuguesas, o comércio tradicional, tudo aquilo que é nosso. 
Vamos todos precisar.

*e por falar em marcas portuguesas, ontem, e por ser Dia da Mãe, apeteceu-me arranjar à séria (pronto, esqueçamos o cabelo, ok?), tal e qual como se fosse até Torres Vedras almoçar com a minha Mãe. Estreei um vestido lindo da marca As Deolindas que, mal vi pela primeira vez, disse que poderia casar nele de tão bonito que era! E é mesmo! É bonito, tem um corte incrível e uns detalhes românticos que eu amo. 
Como não tenho nem jardim nem sequer varandas, saímos para apanhar cinco minutos de sol e registar este momento. Senti-me bonita e feliz. 












Fotografias: Diogo Beja
Vestido: As Deolindas 

Com amor, 
Mia 

SABER ESPERAR

20 de abril de 2020

Começa hoje toda uma nova semana, em casa. 
Continuamos com o teletrabalho, a tele-escola, o trabalho doméstico (que parece nunca ter fim), toda um série de rotinas que se processam em modo repeat, vezes sem conta. 
De uma forma sincera, gostava de vos dizer que sinto-me finalmente um pouco mais equilibrada. Continuo a ter os meus momentos, continuo a precisar de chorar, nem que seja quando me enfio no duche. Continuo a dormir mal, muito mal. Mas já aceito tudo isto sem culpa. Sem pressão. Somos todos diferentes mas estamos todos a viver esta realidade. Cada um à sua maneira, acredito que todos fazemos o melhor que sabemos e conseguimos. Como em qualquer realidade, por mais normal que possa parecer, existem dias bons e dias menos bons. 

Quando tudo isto começou tive muita dificuldade em aceitar, sentia uma revolta enorme. Não queria nem conseguia ouvir nada de ninguém. Quis estar sozinha. Quis chorar de manhã à noite. Quis berrar. Quis meter-me no carro e fugir. Simplesmente desaparecer. 
Sempre que entrava nas redes sociais sentia-me ainda pior. Comparava-me com tudo. Sentia culpa por não estar a produzir. Sentia-me inferior. Sentia-me feia. 
Precisei mesmo de fazer uma série de unfollows de algumas contas que me faziam sentir mal comigo mesma. 
Hoje já percebi que não há mal nenhum em não ter a mesma energia, criatividade e inspiração que os outros parecem ter. Cada um de nós tem o seu próprio tempo. Devemos aceitar e respeitar isso, sem criticas, sem sentimentos de culpa, sem comparação. 

Tenho tido dias melhores, mais calmos, em que sinto que ganhei algum controlo sobre a minha ansiedade. Voltei a sentir vontade e inspiração para vos escrever, mesmo que leve o dobro do tempo a fazê-lo. 
Tento praticar todos os dias o meu exercício de gratidão pelo tanto que tenho. 
Ainda não me aventurei a fazer pão, bolos, a dar uma volta gigante aos armários ou a treinar todos os dias e sabem o que mais? Está tudo bem, está mesmo. Cada um de nós leva o tempo que precisa de levar. Não tentem apressar aquilo que fica difícil de controlar. Afinal isto é uma pandemia e não um concurso de criatividade.

A verdade é que este isolamento também me trouxe coisas boas, a nível pessoal sinto que a minha relação em família ganhou uma importância ainda maior, sinto-a ainda mais sólida e forte, como se nada nos conseguisse afectar ou derrubar. Um amor constrói-se todos os dias um bocadinho mais, com dedicação, empenho, palavras, gestos, abraços. Um amor verbaliza-se nas coisas mais simples e mais bonitas do nosso quotidiano. Sei a sorte que tenho, sei mesmo e espero nunca esquecer. 

Como vos escrevi ontem, já não falta tudo.
A vida pede de nós coragem e, por mais difícil que possa parecer, é preciso acreditar que há luz ao fundo deste túnel e que daqui a muito pouco estaremos todos a abraçar os nossos, aqueles que mais amamos e que fazem toda a diferença na nossa vida.
Até lá vivam um dia de cada vez. 
Sem pressōes, sem medos, sem comparaçōes. 
Vivam da melhor forma que sejam capazes. 

Fotografias: Diogo Beja
Com amor,
Mia 









© 2019 Mia Relógio. Tecnologia do Blogger.