NO CÉU TAMBÉM É DIA DO PAI

19 de março de 2019

Que o meu abraço chegue até aí a e o faça sentir feliz.
A saudade que me aperta tanto o coração não me permite dizer muito mais. 
Passei o dia todo com um enorme aperto no peito, como se me o ar me faltasse e eu me sentisse perdida. Em pensamentos, em recordações, em sorrisos e lágrimas. 

Faz-me falta Pai. Faz-me TANTA falta. 
❤️
{obrigada minha querida Mãe por tanto que tens sido nos meus dias!}

Com amor da sua,
Maria André 

SUNNY DAY

10 de março de 2019


A maioria das vezes complicamos tudo na vida. 
Esquecemo-nos do essencial e do quão abençoados somos. A verdade é que é preciso pouco para ser feliz e o dia de hoje provou-me isso, uma vez mais. 
Sol, um belo passeio pela cidade, o melhor gelado de Lisboa e o conforto de casa. 
Baterias carregadas para receber toda uma semana que promete ser do caraças. Até ao final do mês os meus dias vão ser uma loucura mas estou cheia de esperança de que sejam dias felizes.

O look é de hoje e prova, uma vez mais, que a minha cor favorita é o rosa. Adoro. Incrível o poder que a cor também tem em nós porque se há cor que combina com o meu ar feliz é mesmo esta.




















LOOK: 
Malha: B&L | Saia: Zara
Ténis: Arezzo | Carteira: Gucci

Com amor,
Mia

SER MULHER

7 de março de 2019
fotografia: Rui Valido

Durante uma fase bem parva da minha adolescência o meu sonho era ter nascido rapaz. Até porque nome já eu tinha (Maria André). Aquela fase terrível em que os pêlos do corpo crescem à mesma velocidade que surgem borbulhas no rosto e que olhar ao espelho é um acto de coragem.

Passei anos de vida a não gostar de mim. Da minha imagem, do meu corpo, das minhas inseguranças em público. Das minhas inseguranças comigo mesma, sozinha. Cresci a sentir-me o "perfeito"patinho feio. 
Quando recordo estes tempos fico sempre a pensar que se calhar perdi uma das melhores fases da minha vida mas a verdade é que esses não foram, de todo, anos muitos felizes.

Acredito que tudo na vida acontece por um motivo. Até as coisas menos boas nos podem ensinar algo e nos ajudam a crescer. O mesmo homem que foi o meu primeiro amor e que tantas vezes me fez sentir diminuída em tanta coisa foi também o homem que, passados alguns anos, me fez ver o quão especial e diferente era eu das outras mulheres. Pelo menos daquelas que ele dizia serem sempre melhores do que eu. 
Às vezes precisamos crescer na dor, naqueles momentos em que tudo nos parece não ter mais solução possível, nos momentos em que o coração parece querer sair do peito e que não temos mais ar possível para respirar. Sim, também grande parte da minha adolescência parece ter sido um filme para lá de dramático! ahahaha 

(Muitos) anos depois e apesar de, em muitos dias, não gostar da imagem que vejo no espelho, eu sei que ADORO ser Mulher. Adoro ser capaz de fazer várias coisas ao mesmo tempo, de passar uma manhã no cabeleireiro a mimar-me para uma ocasião especial ou simplesmente apenas porque me apetece, adoro o facto de aos 37 anos me sentir independente, sentir que coloquei de lado o medo e que estou a correr atrás de algo que me faz feliz. Sentir que, ao ser quem sou, com os meus defeitos e qualidades, inspiro outras pessoas. 
Adoro acordar de manhã, arranjar-me, colocar um batom bonito e sair para enfrentar mais um dia de trabalho cheia de força e confiança. Adoro, de vez enquanto, soltar uma asneira menos bonita, seguida de uma enorme e genuína gargalhada. 

(Muitos) anos depois eu amo e sou tão amada. Tão valorizada, tão protegida num amor tão bonito que tenho vindo a construir e que gostava muito que fosse para a vida toda.

Poderia estar aqui a enumerar mil e um motivos pelos quais hoje, definitivamente, gosto de ser mulher, mesmo com toda a celulite da qual sei que não me vou livrar, mesmo percebendo que depois dos 30 já pouco ou nada me adianta estar dois dias sem comer que não emagreço por nada deste mundo! Caramba, se for a pensar bem, em muitos dos meus dias, eu olho ao espelho e ainda me sinto uma miúda. O sorriso continua malandro, os olhos grandes e expressivos e a verdade é que , tantas e tantas vezes, ao final do dia, eu só penso na força que tenho de ter para aguentar tantas coisas. Nós mulheres somos do caraças, temos em nós uma força incrível que nem sempre nos apercebemos, mas que está lá e que quando mais dela precisamos, ela não nos falha, acreditem!

Que possamos todas ser mais unidas. Mais amigas. Que sejam lançadas menos criticas e dirigidos mais elogios. Sinceros. Sem segundas intenções. Sem maldade. Que haja mais amor nos nossos corações. Não só hoje mas sempre.

Dia da Mulher são todos os dias e todos os dias o deveríamos festejar com um sorriso! 

Com amor, 
Mia










© 2019 Mia Relógio. Tecnologia do Blogger.